Sem palavras

Você já passou por aquela situação em que você não conseguia dizer nada, pensar em nada, ficou simplesmente travado? Pois é, é esse tipo de situação que nos dá muita raiva, aquela vontade louca de fazer alguma coisa, mas você simplesmente não consegue. Ás vezes os escritores tem bloqueio criativo, ficam olhando para a página em branco durante tempos e tempos, sem saber o que escrever. O pior é quando isso acontece quando você está conversando com alguém e a pessoas fala algo importante, ou faz alguma coisa que te deixa sem ação. E depois de um tempo, quando você pensa no que aconteceu fica com raiva por não ter feito, ou falado alguma coisa, QUALQUER coisa, que te deixasse menos vulnerável. Muitas vezes a pessoa não fala porque não tem coragem, acha que irá magoar a pessoa se falar, outras vezes o que acontece é tão chocante que as palavras simplesmente criam asas e saem voando da nossa cabeça.
Ouvi uma história uma vez de uma menina que tinha uma melhor amiga. Um dia essa a melhor amiga escutou uma fofoca de que a menina estava falando mal dela para todos da escola. A melhor amiga então foi tirar satisfação com a menina. Ela começou falando que elas eram melhores amigas, que ela não tinha o direito de sair falando mal das pessoas e que ela achava que podia confiar na menina, mas que tinha enganado que ela não era digna de confiança. Palavra vai, palavra vem, a menina foi se sentindo a pior pessoa do mundo e olha que ela nem tinha feito nada. Ela ficou tão surpresa com o que estava escutando que não conseguia falar nada. E tinha tanta coisa que ela queria falar. As palavras simplesmente ficaram entaladas em sua garganta. Ela não conseguiu fazer nada nem para se defender. Tinha tanto medo de perder a amizade da menina e acima de tudo estava horrorizada com o que escutava.
Depois de um tempo foi refletir sobre o que tinha acontecido. Havia tanta coisa que ela queira falar, dizer que nunca tinha feito aquilo, que era mentira de gente invejosa, que elas eram melhores amigas para se deixarem levar por coisa tão boba. Mas não conseguiu. As vezes esse nosso branco, nosso bloqueio de escritor nos mete em cada encrenca e nos faz perder tanta coisa. Mas muitas vezes também nos salva não é…
O importante é: não termos medo de nos defender, de usar palavras para isso. E sempre que uma situação como essa acontecer é bom engolirmos o bicho da vergonha, pensarmos bem e não ter medo de falar o que for preciso. Na medida certa.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s