O dia em que segui sozinha

Obrigada pelas rosas, pelas flores
Por colorir nossas conversas
Obrigada sol por brilhar sozinho
Obrigada lua por guiar meu caminho

Obrigada pelas longas horas esperando
Pelo coração acelerando
Obrigada por me fazer sentir
Que para ser feliz só preciso sorrir

Obrigada por me provar
Que nem tudo da pra controlar
Shakespeare estava certo
Se não for para ser não será

Obrigada pelas descobertas
Que eu fiz dentro de mim
Por aprender a aceitar
Que todo ciclo tem um fim

Obrigada por me ensinar
A controlar meus sentimentos
E eu fui uma aluna tão boa
Que extingui tais pensamentos

Agora eu sigo sozinha
Já que a ilusão acabou
Sabendo que o que sobrou
Foi apenas eu (e você)

Anúncios

2 comentários sobre “O dia em que segui sozinha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s