O Inimigo de Deus – Bernard Cornwell (Resenha)

Bernard Cornwell se redimiu com a magia, com os deuses e com meu coração. No segundo volume das Crônicas de Artur encontramos Derfel já com seus quase 30 anos e um guerreiro consagrado dos exércitos de Mordred. Junto com a fama e com o prestígio ele ganhou o amor de uma jovem moça, mas que estava prometida em casamento para seu maior “inimigo”, Lancelot. Enquanto Derfel trava sua batalha interna a respeito do que fazer em relação ao seu amor proibido acompanhamos Merlin e Nimue na caçada pelos Tesouros da Britânia, que segundo o velho druida, uma vez que todos estivessem reunidos os deuses fariam a vontade dos homens e devolveriam a Bretanha para os pagãos, expulsando de vez o cristianismo que tomava cada vez mais dos lindos campos do reino. Além, é claro, de expulsar os saxões (uma mera consequência).

Porém, Merlin precisa encontrar o Caldeirão, o Tesouro mais importante que esteve perdido durante muitos milênios, e para isso precisa de um exército para acompanhá-lo. Então, através de artimanhas e magias (envolvendo Derfel e sua amada), ele força o guerreiro a segui-lo e levar consigo muitos de seus homens. A busca pelo caldeirão é uma parte muito importante da história, que dita o curso dos acontecimentos decisivos que se seguem.

É ai que percebemos como a magia está muito mais presente neste livro do que no primeiro. A deusa Ísis nos presenteia com sua presença e Guinevere se torna sua Sacerdotisa na Terra. Merlin conecta sua alma aos Tesouros e vê sua vida sendo sugada a cada vez que se aproxima mais de seus objetivos. Derfel, que antes relutava em aceitar a magia, abraça claramente sua crença e sua origem pagã. Os inimigos de Deus estavam se fortalecendo e ameaçavam cada vez mais a ordem cristã que havia se instalado no governo bretão.

Com a mesma riqueza de detalhes e informações, Bernard Cornwell traça o desenrolar da história da Bretanha e, com o passar dos anos, enlaça nossos personagens queridos e tramas violentas e descobertas fantásticas. Você deve ter se perguntado porque até agora não toquei no nome de Artur (de novo isso né?!). Bem, é porque, neste volume Artur passa por reviravoltas que o transformam muito mais do que podemos imaginar. Os mistérios que acontecem em sua vida devem ser reservados para as deliciosas páginas deste livro. As areias do tempo tingem seus cabelos dourados e marcam em sua alma as cicatrizes de batalhas internas, muito mais ferozes que aquelas em que seus instrumentos de luta eram seu escudo e sua espada. Afinal, “Ele é tudo que existe entre nós e o horror. Como poderia não ser duro?”.

 

Para fazer essa viagem ao antigo Reino Unido você precisará destas informações ❤

O INIMIGO DE DEUS (As Crônicas de Artur – Volume 2)Capa O Inimigo de Deus MF

Bernard Cornwell

Ano: 2002

Páginas: 518

Editora: Grupo Editorial Record

Gênero: Romance Histórico

Onde Comprar: Amazon

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s