There’s a castle on the lake

Lá no topo da colina

Onde o verde encontra o azul

Tem um castelo enorme

Com o portando apontando para o sul

 

De cima do telhado

Pisando nas telhas laranjas

A princesa observa atenta

E seu suspiro bagunça sua franja

 

Cansada das tristezas do mundo

Ela se isolou naquele paraíso

Certa de que qualquer confusão

O Lago daria um aviso

 

Mas um dia o Lago se esqueceu

Se encantou com o sol que o tocava

Ficou calmo e tranquilo

Enquanto no píer um visitante chegava

 

Ele sentiu primeiro a pedra

Que logo acabou com sua fantasia

Quem era aquele estranho?

Veio perturbar a harmonia?

 

Tentou gritar para a princesa

Agitou suas águas em várias bolhas

Mas o rapaz subia a colina

E o Lago já não tinha mais escolha

 

Ele então juntou todas as suas forças

Mexeu todos os seus lados e cantos

Ferozmente ele seguiu o rapaz

Que se virou com espanto

 

A princesa sentindo a agitação

Saiu no portão para tentar ver

Aquilo que perturbava a ordem

Que há muito ela deixara a envolver

 

Chegando do lado de fora ela assustou

Surpresa com o que via em sua frente

O seu Lago, tão amigo e sereno

Perseguindo um rapaz diferente

 

Ele estava quase alcançando-o

Prestes a acontecer uma tragédia

Ela encheu seus pulmões e gritou

Você acha que isso tudo é uma comédia?

 

O Lago parou na mesma hora

E o rapaz caiu desacreditado

Por um momento ele pensou

Que aquele era um lago encantado

 

Ela correu para ver se ele estava bem

E por sorte o rapaz caiu na relva

Porém, quando ela se aproximou

Ele saiu correndo para dentro da selva

 

A princesa olhou feio para o Lago

Que acanhado voltou para seu lugar

Não podemos fazer isso com visitas

Senão elas nunca mais vão voltar

 

Mas esse não era o propósito?

Perguntou o Lago em confusão

Ficarmos eu e você sozinhos

Presos nessa bela ilusão

 

Isso também era o que eu achava

Mas não podemos ficar mais assim

Precisamos devolver o paraíso

Antes ele chegue a um fim

 

Eles então, juntos, se recordaram

Das adoráveis risadas e dos balões

Que foram privados dessa beleza

Os dois se sentiam vilões

 

Em um forte ímpeto de mudança

A princesa se levantou depressa

Aquele equilíbrio já não se sustentava

E para o horizonte fez uma promessa

 

Sem mais avisos ou ataques

Sem isolamento ou portão fechado

O sol brilhou mais forte

E o coração já não estava mais apertado

 

Um tempo depois lá do alto do telhado ela viu

O Lago transbordando felicidade

E entre os pés animados que passeavam

O aceno tinha uma pitada de cumplicidade

Anúncios

2 comentários sobre “There’s a castle on the lake

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s