Derretendo

Oh coração pulsante

Voltaste a bater lentamente

Ouça a voz que te clama

E abrigue o coração que chama

 

Eu quero sentir sua palma na minha

A boca vizinha

Que se entrega a você

 

Eu conto as horas como conto os passos

Eu canto a alma como canto a calma

Em prantos eu quero você

 

Estou começando a sentir

O gelo a derreter

Diante dos meus olhos

Meu mundo se abre a você

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s